Início

Cãotinho do Labrador Retriever

Um espaço de todos e para todos

A chamada

Já mencionámos as obrigações que qualquer proprietário de um cão terá de cumprir: segundo as leis, você será responsável por todo o prejuízo provocado pelo animal. É, pois, fundamental acostumá-lo a que venha rapidamente quando é chamado. Um animal que responde com alegria à chamada possui já todas as premissas para responder positivamente aos estímulos de uma escola de adestramento.
Apesar disso, convém estar muito atento quando soltar o cão, dado que, face a uma chamada incontrolável (a presença de outro cão, de uma fêmea em cio, de crianças a jogar à bola, etc.) embora adestrado, poderá não responder de imediato e provocar um incidente com prejuízos incalculáveis.
A chamada constitui, portanto, um exercício de obediência em geral, muito útil também, mas que não exime o dono da responsabilidade, pelo que será bom manter o animal preso quando se frequentem zonas públicas.

Desde o primeiro dia, gratifique o cachorro com guloseimas, com uma carícia ou dizendo "bem!", seguido do seu nome. Chamando-o frequentemente e na associação com acontecimentos ou comportamentos positivos terá ensinado o cachorro a distinguir o seu nome e a que corra para si alegremente ao chamá-lo. Nestas situações, chame-o quando já vem para si e agarre-o alegremente, elogiando-o, acariciando-o e dando-lhe alguma guloseima apetitosa para que entenda a correcção do seu comportamento.
Quando o cão tiver aprendido o seu nome, permite-lhe afastar-se mais. Depois, chamá-lo-á, gratificando-o com guloseimas à sua chegada. Noutras ocasiões, limite-se acariciá-lo com o objectivo de que não associe o seu nome ex- clusivamente à comida.
-
A ordem de chamada para o cão deverá significar aproximação. Eis porque é tão importante que, quando ralhar com ele, não o trate pelo nome, pois o castigo nunca deverá ser associado à chamada.
Por outro lado, ao dar ordens nunca deverá esquecer que o cachorro pode estar distraído a brincar e atento a outra coisa, pelo que não obedece; tenha paciência e tente compreender as razões que o levaram a não prestar atenção à ordem.

Relacionados