Início

Cãotinho do Labrador Retriever

Um espaço de todos e para todos

Coleira e trela

O cachorro irá aceitando, gradualmente, o costume de usar a trela: coleira e trela serão sempre corpos estranhos que limitam a sua liberdade e, por vezes, podem provocar picadas ou doenças no pescoço.
Só quando o cão se tiver acostumado à constrição da coleira é que poderá ensinar-lhe o comportamento com a trela: um perfeito companheiro de passeio deve caminhar docilmente ao seu lado, sem nunca puxar a trela.
Não se esqueça de que não é aconselhável acostumar o cachorro a ir livremente pela rua ou pelo passeio: mesmo que seja educado, pode sempre acontecer alguma coisa que o distraia e que possa dar lugar a um incidente ou outra situação de perigo. Em todo o caso, ir sem trela só é permitido a um cão adulto perfeitamente adestrado.

A primeira vez (por volta dos dois meses), una à trela ou à coleira uma corda extensível, de forma a que o cachorro se habitue a este corpo estranho que limita a sua liberdade, mas sem traumas e sem pretender que siga seu percurso. Com a trela extensível poderá afastar-se, mas deverá voltar à chamada ou puxando um pouco pela trela. Transforme em jogo esta lição da trela: deixe-o afastar-se alguns metros, depois chame-o mostrando-lhe uma bolacha.
Se desejar que frequente as feiras e participe em concursos, acostume-o segurando a trela com a mão esquerda, porque é assim que será conduzido nas diferentes demonstrações.

Atenção: não deve, no entanto, exigir-lhe tudo de repente. Para educar o cachorro a andar com trela deve ter paciência e perseverança. As primeiras lições não deverão durar mais de cinco minutos. Se parar, deve parar! Quando os resultados melhorarem poderá aumentar a duração da lição e do passeio. Repreenda-o com voz firme ou puxando a trela, no caso de estar demasiado decidido a correr e o obrigue a segui-lo. No entanto, adule-o de cada vez que ande ao seu lado com o passo preciso, sem puxar para a frente.

Quando souber andar com a trela, leve-o a sítios novos. Especialmente na cidade deve acostumar-se gradualmente aos carros, às pessoas e aos ruídos. No início, mostrará sinais de medo ou intolerância que deverá fazê-lo superar tranquilizando-o com carícias ou palavras animadoras.O seu cachorro terá de ser educado convenientemente enquanto é pequeno, pois é nesta altura que ele aprende melhor as regras de estar na nova casa.
De preferência, ensine-lhe estas regras logo que possível, nos primeiros dias de estadia na nova casa.
Por isso, esta secção está dividida em seis partes, para poder ir direito ao assunto.

Relacionados