Início

Cãotinho do Labrador Retriever

Um espaço de todos e para todos

Como já dissemos, para uma correcta convivência com o cão é indispensável conhecer os motivos que o levam a assumir toda uma série de comportamentos, quase sempre rituais (próprios também das alcateias de lobos) e aos quais não sabe renunciar a não ser desvirtuando a sua identidade.
Exploremos, portanto, os principais comportamentos típicos dos cães, sobretudo os relacionados com a comunicação e com a afirmação das suas necessidades primárias.

Vida em Matilha
Grande parte dos investigadores, de Darwin a Lorenz, estão convencidos de que os progenitores dos cães, tal como se conhecem hoje, foram mais do que um e que entre eles o que maiores afinidades tem é o lobo, tanto no comportamento como nos costumes sociais.
O lobo é um animal predador, que vive em alcateias, de organização social complexa, nas quais cada membro ocupa e defende um determinado território de importância decisiva para a sobrevivência do grupo.
A alcateia de lobos consiste numa comunidade de indivíduos, geralmente aparentados e de idades diferentes, cuja vida é regulada por uma rígida hierarquia de domínio, muito semelhante ao conceito de ordem feudal da Idade Média.
Viver em alcateia pode apresentar, no entanto, aspectos negativos, dos quais o principal é que só o macho e a fêmea dominantes têm direito a reproduzir-se; os indivíduos jovens têm de "roubar" uma fêmea para copular lutando com o chefe da alcateia e ocupando o seu lugar ou encontrar uma loba isolada disponível. Para isso, vêem-se inevitavelmente obrigados a sair da alcateia, iniciando com o nascimento da prole a formação de uma nova alcateia.
Apesar de tudo, as vantagens da vida em alcateia superam as suas desvantagens: o grupo permite uma defesa mais fácil dos predadores potenciais; controla-se um território mais vasto quanto maior for a alcateia e pode-se caçar um número de peças
proporcional ao seu tamanho.
A alcateia é, pois, um conjunto diversamente articulado, cuja tarefa comum é a sobrevivência nas melhores condições. To- dos os membros colaboram no cuidado da prole, garantindo, deste modo, a perpetuação de um determinado grupo de consanguíneos; todos os seus membros participam na delimitação e na defesa do território e cooperam nas tarefas de caça" com o objectivo de tomar possível a captura de mamíferos de um tamanho que seria impossível para um só animal.