Início

Cãotinho do Labrador Retriever

Um espaço de todos e para todos

Busca e Salvamento

Os primeiros cães de busca e salvamento foram utilizados no século passado, no convento do Grande São Bernardo pelos monges, que utilizavam o cão S. Bernardo para encontrar pessoas perdidas durante os nevões, suterradas pelas avalanches. Esses cães actuavam em grupos de 3 a 4, e ao encontrar as vítimas deitavam-se em redor delas afim de as aquecer, enquanto um deles ia chamar os monges. Também nesse Século os cães de Terranova eram fiéis acompanhantes dos pescadores de Bacalhau a bordo dos barcos os quais eram utilizados para salvar os náufragos.
Durante a 2" Guerra Mundial voltaram a ser utilizados os cães de salvamento na Grã- Bretanha, encarregues de localizar pessoas suterradas debaixo dos escombros dos edifícios. Foi a partir dessa altura que se deu o grande "BOOM " nos grupos de cães de busca e salvamento, em alguns países os quais já mostraram provas das suas capacidades perante o mundo inteiro.

A importância dos cães na Busca e Salvamento
As operações de socorro em que intervêm por ano não têm conta, pois ocorrem um milhão de abalos sísmicos por todo o mundo e aos terramotos há a acrescentar os desabamentos, incêndios ou explosões em fábricas obras de construção, minas edifícios e catástrofes aéreas e ferroviários. Daí a importância dos" detectores de odores de quatro patas ". Estes cães tornaram-se muito especiais devido a sua eficácia quando alguma destas catástrofes acontece e nos deparamos com a vida de pessoas em risco. Segundo um estudo realizado a alguns anos na Alemanha, eram necessários vinte homens a trabalhar durante uma hora para localizar uma pessoa suterrada á grande profundidade. Os aparelhos de detecção electrónicos e geófonos de Capson vieram reduzir esse tempo mas exigiam condições especiais para poderem funcionar, em particular silêncio absoluto, o que é muito difícil num cenário de catástrofe, estes aparelhos captam, amplificando os gemidos ou o bater do coração das vítimas conscientes.
Os cães superam muitas vezes este tipo de aparelhos, graças ao seu olfacto conseguem localizar pessoas vivas ou mortas no meio de ruídos, fumo, fogo, explosões e até na mais completa escuridão.

Raças
As raças de pastoreio, sendo o Pastor Alemão, o Pastor Belga e depois o Labrador, cães de agua as raças portadoras do maior numero de características acima mencionadas para serem cães de busca e salvamento. No entanto, após verificação das aptidões chegou-se a conclusão que todos os cães sendo de raça ou não podem ser cães de busca e salvamento desde que tenham qualidades para o adestramento, que não arraste nenhuma enfermidade hereditária como congénita.

Informações
Frederico António
Coordenador Nacional.dos Cães de Busca e Salvamento do C,P.C, 96 466 04 24 / 93 286 05 85
Email: buscaosalva@hotmail.com
Celso Alves - Coordenador Nacional da Subcomissão de Cães de Utilidade do C.P.C. - 93 506 45 71
Email: caneutile@clix.pt

Autor

Autor: 
Toda a informação aqui contida foi realizada por Celso Alves - Coordenador Nacional da Subcomissão de Cães de Utilidade do CPC - e retirada do "Anuário Cães & Companhia 2002".